Senac
 
Fecomercio
Rio de Janeiro

Notícias

‘O problema está no modelo de negócio’, diz o designer Ricardo Leite sobre desafio das livrarias

Sugestão do profissional é ampliar a experiência dos leitores nos estabelecimentos com oferta de serviços e eventos literários.


publicado em 15-07-19

imprimir

PARATY/RJ - Designer consagrado, criador da marca Rio 450 anos – e também de capas de clássicos de Luiz Fernando Verissimo, João Ubaldo Ribeiro, Clarice Lispector e outros -, Ricardo Leite foi a atração da sexta-feira (12/7) do Espaço Fecomércio RJ na Festa Literária Internacional de Paraty (Flip).

O local, que abrigou mesas de conversas sobre temas relacionados ao mercado editorial, recebeu fotógrafos, designers e leitores que ouviram de Ricardo Leite estórias envolvendo os bastidores das suas obras. CEO da Crama Design Estratégico, o profissional apresentou as variáveis que impactam nas decisões sobre as capas dos livros, e porque esse processo é tão importante.

“Muitas vezes, a capa do livro é o primeiro e único display do livro. São poucos os livros que conseguem o privilégio de serem resenhados”, disse Leite, acrescentando que uma capa tem o poder de direcionar a obra para diferentes públicos, algumas vezes, mais que o conteúdo. “O design dota produtos de personalidade e significado”.

Para ele, o design estratégico é fator fundamental para a atração de leitores, incluindo aí não apenas capas, mas também orelha, lombada e todos os demais elementos. A respeito da situação pela qual atravessam as livrarias – com redução das vendas e fechamentos de lojas físicas – o designer acredita que o problema não está na redução de leitores, mas sim do modelo de negócio.

“Com a tecnologia, as possibilidades de difusão de conteúdo nunca foram tão grandes, e a necessidade de leitura nunca acabará. Uma nova geração de leitores está migrando para o digital, não vejo problemas para os autores e editoras, mas sim para o modelo de negócio das livrarias”, opinou Leite, sugerindo que essas apostem na experiência dos usuários dentro do estabelecimento, ofertando serviços e eventos literários.

O ciclo de conversas no Espaço Fecomércio RJ na Flip se encerrou no sábado, com a mesa Criação e Manutenção do Mercado Editorial. A atividade foi conduzida por Elisa Ventura, proprietária da Blooks Livraria, e Carlos Andreazza, editor-executivo do Grupo Editorial Record.